A Deco Proteste recebeu 144.452 reclamações nos seis primeiros meses deste ano. De acordo com a organização de defesa do consumidor, os setores das comunicações eletrónicas, bens de consumo e serviços financeiros lideram a lista de queixas realizadas durante o período em análise.

Olhando para o Top 10 de empresas com mais reclamações, realizadas pelos consumidores através dos três canais da Deco Proteste, a MEO, com 4.193 queixas, e a NOS, com 3.450 queixas, ocupam o primeiro e segundo lugares do “pódio”, respetivamente. A Vodafone, com 1.792 reclamações, também surge na lista, ocupando terceiro lugar.

Os dados apurados pela organização dão a conhecer que as principais queixas relativas ao setor das comunicações eletrónicas relacionam-se com dificuldades na mudança de prestador de serviços e problemas com a Internet.

Deco Proteste | Top 10 de empresas com mais reclamações | janeiro - junho 2022
créditos: SAPO TEK; Dados: Deco Proteste

Já no que toca ao setor dos Bens de Consumo, onde a Worten, FNAC e GTECH se destacam pela negativa, a organização detalha que a maioria das reclamações registadas durante o período em análise relacionam-se com a falta ou atraso na entrega de bens.

No setor dos serviços financeiros, onde a Caixa Geral de Depósitos, o Santander e o Novo Banco se afirmam como as entidades que receberam mais reclamações durante o período em análise, as principais queixas dizem respeito a comissões bancárias, transparência dos produtos financeiros e contratos bancários.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.