Este ano a Electronic Arts tem reinado sozinha no que diz respeito a jogos de futebol. O seu eterno rival PES foi metido no “banco de suplentes”, substituído por eFootball 2021, uma nova visão da Konami para o seu simulador de futebol num formato free-to-play, mas longe dos resultados pretendidos, sobretudo pelos seus problemas que foram alvo de meme e chacota da internet no geral. O certo é que FIFA 22 é um campeão de vendas e pela terceira semana consecutiva, desde que foi lançado, que é o jogo mais vendido do Reino Unido, o principal indicador de sucesso.

E se a Konami mudou a sua estratégia, também a EA Sports e a FIFA (a Federação) não estão a conseguir acertar agulhas e espera-se que o futuro da série passe por ter outro nome. É uma nova telenovela que promete bastantes capítulos, pois a visão das duas entidades está a ir por caminhos diferentes.

Veja na galeria os números numa infografia disponibilizada pela Electronic Arts

Mas a Electronic Arts está a comemorar o sucesso da edição deste ano, com alguns números curiosos relativos ao jogo. Apesar de não adiantar agora quantas unidades foram vendidas, nos primeiros sete dias revelou ter amealhado 9,1 milhões de jogadores. Mas para os 22 dias desde que foi colocado à venda, a EA Sports chuta para a baliza e prefere falar de golos: 5 mil milhões de bolas metidas dentro das redes.

Ainda relativamente aos números, é referido que o título desde ano já foi jogado em mais de 200 países no mundo, com uma média de 89 milhões de jogos a serem disputados diariamente. Tudo somado, foram 2,1 mil milhões de jogos disputados desde o lançamento e 46 triliões de minutos jogados no total, ou seja, 87,8 milhões de anos de gameplay, se tudo fosse desdobrado.

"O crescimento da nossa plataforma global de futebol continua a um ritmo sem precedentes, e a nossa fantástica comunidade está a envolver-se a um nível incomparável. Estamos entusiasmados por continuar esse ímpeto, proporcionando as experiências de jogo de futebol mais imersivas disponíveis para os fãs em qualquer parte do mundo", disse David Jackson, VP Brand da EA Sports.

Veja na galeria os estádios da Luz e Dragão presentes em FIFA 22

A mensagem parece ser também direcionada aos que ainda não sabem as consequências da eventual mudança de nome do jogo e a editora perder os direitos (pelo menos exclusivos) da FIFA. Isto porque salienta os parceiros das centenas de parcerias de licenciamento, incluindo os principais campeonatos da Europa, a UEFA, CONMEBOL, assim como os 17 mil jogadores, 700 equipas, 100 estádios e 30 ligas. Conteúdos que se vão manter mesmo que mude de nome, já assegurou a empresa.

Focando-se nos seus modos de jogo, o Modo Carreira contou com 3,1 milhões de novos clubes personalizados e criados com a ferramenta Create Your Club por 2,1 milhões de jogadores. No Modo Pro Clubs foram disputados mais de 57,7 milhões de partidas, com mais de 326 mil avatares femininos criados. No Volta FOOTBALL, foram personalizados mais de 1,5 milhões de avatares, mais de 21 milhões de jogos disputados e mais de 11,2 milhões de jogadores.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.