O fim-de-semana ficou marcado com o regresso dos dois Bob Behnken e Doug Hurley da Estação Espacial Internacional, onde permaneceram durante dois meses, concluindo assim com sucesso a Demo-2 da SpaceX. O teste tripulado não só garantiu à SpaceX a certificação para conduzir missões com astronautas ao espaço, e turistas no futuro, como marcou a primeira partida de missões da NASA a partir de território norte americano desde o fim do programa Space Shuttle em 2011.

O sucesso do regresso à Terra da dupla de astronautas abre caminho a futuros voos espaciais da empresa de Elon Musk, algo que já deve acontecer “a sério” já no próximo mês de setembro, com três astronautas da NASA e um da agência espacial japonesa, a JAXA.

Ontem as imagens foram as possíveis, captadas do streaming e com pouca luz e baixa qualidade, até porque o mais importante era garantir a segurança de Bob Behnken e Doug Hurley, e a sua adaptação à gravidade da Terra depois de dois meses em micro gravidade.

Mas os registos ficam para a história e a NASA já partilhou várias fotografias da chegada da missão Demo-2 com a SpaceX que pode ver na galeria de imagens

Tudo correu de forma quase perfeita durante o regresso. As horas definidas foram cumpridas de forma milimétrica, todas as premissas se realizaram e por isso a missão da Crew Dragon foi considerada como bem-sucedida, com direito a uma ovação de pé da equipa de missão quando finalmente os astronautas saíram da nave, e até a algumas fungadelas e emoção da cientista que estava a fazer os comentários em direto.

A nave mergulhou no Golfo do México às 19h48 minutos, como previsto, foi rapidamente acompanhada por uma lancha rápida e "pescada" para o navio de recuperação onde foi colocada em segurança e estabilizada

Logo depois da cápsula cair no mar duas embarcações rápidas com o pessoal da SpaceX saíram do navio de recuperação principal. O primeiro barco verificou a integridade da cápsula e testou a área ao redor do Crew Dragon quanto à presença de vapores de propulsores hipergólicos. O segundo barco rápido é responsável por proteger e recuperar os paraquedas do Crew Dragon, que caíram também na água.

Depois a embarcação principal de recuperação começou a içar a cápsula do Crew Dragon para o convés principal. Só quando colocada em posição estável a escotilha podia ser aberta para que os profissionais médicos fizessem as verificações iniciais e ajudassem Behnken e Hurley a sair do Dragon Endeavor.

O que anda a fazer a equipa reforçada na Estação Espacial? Tratar da canalização é uma das tarefas
O que anda a fazer a equipa reforçada na Estação Espacial? Tratar da canalização é uma das tarefas
Ver artigo

Esperava-se que todo esse processo levasse aproximadamente 45 a 60 minutos, mas acabou por ser mais longo devido à deteção de vapores de nitrogénio que atrasaram a abertura da escotilha. Ainda houve alguns suores frios com a deteção de vapores de nitrogénio, que podiam indicar fuga de combustível, mas ao fim de vários testes estes acabaram por desaparecer.

Bob Behnken foi o primeiro a sair da cápsula e só depois Doug Hurley, mas em ambos os casos houve sorrisos e polegares levantados. Os astronautas foram ajudados pela equipa da SpaceX para evitar acidentes com a adaptação à gravidade da Terra depois de dois meses em microgravidade, por isso foram transportados para a tenda médica em cadeiras de rodas.

Agora que a demonstração está completa respira-se de alivio e prepara-se já a missão Crew-1 que deverá partir em setembro com 4 astronautas a bordo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.