O Centro de Tecnologia e Vida Cívica (CTVC) decidiu lançar um programa diferente este ano, em que decorrem as eleições intercalares nos Estados Unidos, noticia a agência Associated Press (AP).

O programa Aliança dos EUA para a Excelência Eleitoral, com um valor de 80 milhões de dólares (cerca de 73 milhões de euros) para cinco anos, destina-se a criar uma rede para os milhares de escritórios eleitorais locais, que podem solicitar ajuda para melhorar a sua tecnologia e processos.

“Infelizmente, anos de subinvestimento significam que muitos departamentos eleitorais locais muitas vezes têm capacidade e formação limitados. O programa vai reunir parceiros de classe mundial para que as autoridades eleitorais locais não precisem de continuar a agir sozinhas”, referiu Tiana Epps-Johnson, diretora executiva do CTVC.

As doações em 2020 por Zuckerberg e a sua mulher, Priscilla Chan, em plena pandemia de covid-19, resultaram na insatisfação dos republicanos e aumentaram a desconfiança nos resultados das eleições presidenciais conquistadas por Joe Biden.

Pelo menos oito estados controlados pelo Partido Republicano aprovaram leis no ano passado a proibir doações privadas para escritórios eleitorais em reação às doações de Zuckerberg.

A suspeita de que as contribuições, apelidadas como “Zuckerbucks” pelos conservadores, ajudaram Biden, foi um marco entre aqueles que acreditam nas alegações de fraude eleitoral promovidas pelo ex-presidente Donald Trump e que nunca foram comprovadas.

Um porta-voz de Zuckerberg e Chan confirmou que o casal não está a financiar escritórios eleitorais este ano.

“Como Mark e Priscilla deixaram claro anteriormente, a sua doação de infraestrutura eleitoral para ajudar a garantir que os norte-americanos pudessem votar durante o auge da pandemia, foi uma doação única, dada a natureza sem precedentes da crise”, salientou o porta-voz Ben LaBolt, confirmando que estes “não têm planos de repetir essa doação”.

Já Tiana Epps-Johnson acrescentou que o grupo percebeu em 2020 as condições de subfinanciamento em que se encontram muitos escritórios eleitorais locais.

As eleições nos EUA são realizadas a nível local, por vezes por uma pequena equipa de trabalhadores e voluntários da cidade ou do condado.

O programa irá trabalhar com especialistas em tecnologia da Universidade de Stanford e outros locais, assegurou Epps-Johnson, explicando que os escritórios eleitorais locais poderão solicitar assistência.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.