Há cada vez mais rumores e especulações sobre o possível primeiro modelo de iPhone com um ecrã dobrável. Ming-Chi Kuo, um conhecido analista da Apple, avança com a possibilidade de a fabricante estar a testar as suas próprias soluções de um modelo para competir no mercado dos dobráveis.

O especialista avança que o modelo em teste terá um ecrã entre 8 a 9 polegadas. E que está a testar a tecnologia de ecrãs EPD da E Ink, ou seja, ecrãs de papel eletrónico como capa exterior para um smartphone dobrável e sistemas de tablet. “O EPD a cores tem o potencial de se tornar a solução mainstream para smartphones dobráveis que têm uma capa ou segundo ecrã, devido à sua excelente capacidade de poupança de energia”, refere Ming-Chi Kuo, citado pelo TechCrunch.

São muitas as especulações sobre os planos da Apple para o seu smartphone com ecrã dobrável, sendo um deles a possibilidade de estar a trabalhar com a LG numa solução OLED de 7,5 polegadas. Também se falou que o smartphone contasse com um ecrã OLED QHD+, sendo a Samsung a fornecedora exclusiva dos displays.

A gigante de Cupertino poderá estar a fazer diversas experimentações até encontrar o seu “form factor” definitivo, algo que ainda poderá estar longe de acontecer. A Apple é conhecida por deixar amadurecer a tecnologia até apresentar a sua solução que marque a diferença, como os modelos 5G que surgiram alguns anos depois dos modelos Android.

iPhone dobrável pode só chegar em 2025 e Apple tem outros planos com portáteis em mente
iPhone dobrável pode só chegar em 2025 e Apple tem outros planos com portáteis em mente
Ver artigo

A tecnologia de ecrãs da E Ink permite poupar energia, sendo considerado um dos principais motivos de sucesso de equipamentos como o Kindle, com autonomia para semanas de utilização. No entanto, a tecnologia não tem tido sucesso na adoção para além dos leitores de livros eletrónicos. A E Ink já tem ecrãs coloridos e tem vindo a aumentar a taxa de refrescamento dos mesmos. A Apple poderá ter ainda um longo caminho a percorrer até que esta tecnologia seja atualizada para as necessidades atuais de um smartphone, mesmo falando-se de um ecrã externo secundário.

No entanto, os rumores apontam que a Apple está a apontar apenas para 2025, o lançamento do seu modelo dobrável, por isso ainda há muito tempo para esta tecnologia evoluir.

Outro analista, Ross Young, referiu que a tecnológica tem interesse em desenvolver um portátil com ecrã dobrável de 20 polegadas, e com resolução 4K ou mais elevada, que poderá ser lançado em 2025, 2026 ou 2027. “Esta dimensão poderia criar uma nova categoria para a Apple e resultaria num produto verdadeiramente duplo: um portátil com teclado completo quando dobrado e, quando desdobrado, como um monitor que pode ser usado com um teclado externo”.

Já no campo das patentes, documentos revelam que os planos da Apple também podem passar por um equipamento com um ecrã enrolável. A descrição descreve um equipamento com um ecrã enrolável ou extensível, que se vai dobrando em torno de um eixo, a partir de um dos lados da moldura do equipamento que pode assumir dois tamanhos. Quando está fechado parte do ecrã fica dentro do smartphone. Quando é aberto, o ecrã desliza até ficar completo. Ao contrário, num equipamento dobrável há um sistema de dobradiças que ajuda o ecrã OLED flexível a abrir ou fechar sobre si mesmo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.