Os stickers são uma das funcionalidades mais criativas do WhatsApp, uma vez que permitem a todos os utilizadores que criem as suas versões e se expressem de infinitas formas diferentes. Sabendo disso, a app quer agora estender a sua capacidade, integrando um sistema de inteligência artificial capaz de gerar stickers automaticamente.

A funcionalidade está já disponível para um conjunto selecionado de utilizadores com acesso ao programa de versões Beta da Google Play, mas a Meta já confessou ter planos para disponibilizar esta novidade ao público.

Escreve o portal WABetaInfo que a funcionalidade faz aparecer o botão "Criar" no teclado, mesmo na aba de stickers. Tal como acontece com outros modelos generativos, a ideia passa por redigir uma descrição do sticker que quiser criar para que a IA entregue algumas sugestões. Depois, basta escolher as que quer e partilhar com os seus contactos.

O portal escreve que é fácil perceber que stickers foram gerados por IA, mas explica que estes surgirão sempre identificados com a sua proveniência. Adicionalmente, será possível reportar stickers, caso estes sejam, de alguma forma, nocivos.

A inteligência artificial está presente em cada vez mais aplicações, pelo que já não é surpresa ver qualquer uma delas anunciar uma funcionalidade potenciada por esta tecnologia. Neste caso, a IA pode transformar a forma como usamos stickers, uma vez que eles tendem a tornar-se repetitivos. Assim, haverá sempre novas versões a circular.

Enquanto a funcionalidade não chega a todos os utilizadores, pode divertir-se a criar autocolantes personalizados a partir de fotografias para decorar as suas conversas no WhatsApp, como detalhamos neste How to TeK.

Clique nas imagens para ver como fazer stickers personalizados através do WhatsApp

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.