Insatisfação com serviços, velocidade da internet abaixo do prometido e até traffic shaping estão entre as principais queixas registadas no Portal da Queixa, que revelou que, este ano, agosto foi o mês onde se registaram mais queixas: ao todo 1.207, um valor que aumentou 7% comparativamente a 2018, onde se verificaram 1.127.

De acordo com dados da plataforma, só em 2019 foram já registadas mais de 8.700 reclamações contra este setor. Entre os principais motivos de queixa encontram-se a insatisfação com os serviços prestados, falhas no serviço televisivo, velocidades de internet muito abaixo dos valores contratados e cancelamentos e instalações de serviço. O traffic shaping, a aplicação de restrições ao tráfego e à velocidade pelas operadoras, nos períodos nocturnos são também queixas mais frequentes.

A MEO continua a ser a operadora com mais reclamações no Portal da Queixa, ao todo com 3.928 contestações contra os seus serviços, apesar do número ter diminuído face a 2018.

Embora algumas empresas liderem a tabela de marcas com maior número de reclamações, estatísticas outrora reveladas pelo portal, relativas a 2018, indicam que estas acabam por dar resposta a todas as queixas apresentadas pelos clientes no portal. Não obstante, tal como indica Pedro Lourenço, CEO e fundador do Portal da Queixa, em comunicado à imprensa, para melhorar os seus serviços, e a sua reputação, as “insatisfações” continuam a ser “reais e diariamente relatadas pelos seus próprios clientes”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.