Com o início da terceira fase de desconfinamento em Portugal os hábitos de consumo dos portugueses começam a regressar à normalidade. Os mais recentes dados do SIBS Analytics revelam que a média diária de compras físicas na Rede Multibanco registada entre 1 e 7 de junho equivale a 87% da média pré-pandemia, correspondendo ao valor mais alto desde que foi decretado o Estado de Emergência. Ao todo, o valor apresentou uma subida de 6% em relação à semana passada.

A SIBS detalha que os setores dos super e hipermercados, pequena distribuição alimentar, bebidas e tabaco, farmácias e parafarmácias representaram 49% do total, o valor mais baixo desde o início do Estado de Emergência, e próximo do valor antes da crise. Fora dos setores em questão, o peso das compras registou um valor de 51% devido à reabertura gradual da economia.

Já no que toca ao comércio eletrónico, a SIBS registou o valor mais alto desde a confirmação do primeiro caso nacional de COVID-19 em março, correspondendo a um aumento de 7% face à semana entre 25 a 31 de maio.

Durante a primeira semana de junho, os setores com maior crescimento foram o da restauração, food delivery e take away, com um aumento de 78%, a do entretenimento, Cultura e Subscrições, que registou mais 57%, e do comércio alimentar e retalho, com uma subida de 23%.

Os dados da semana em análise demonstram uma “transformação progressiva dos hábitos de consumo”. Os setores das farmácias e parafarmácias, perfumaria e cosmética, jogos e brinquedos, assim como decoração e artigos para o lar chegaram a representar 55% do total de consumo online nacional, porém, o seu peso é agora de 45%, o valor mais baixo desde o início do Estado de Emergência.

Portugueses já estão a comprar mais em lojas. Valor médio é de 37,8 euros
Portugueses já estão a comprar mais em lojas. Valor médio é de 37,8 euros
Ver artigo

A SIBS destaca a utilização do MB Way no consumo nacional, com o serviço de pagamento a bater recordes no comércio online durante a semana em análise. A média de compras voltou a atingir o valor mais alto, com a utilização do serviço nos canais online a registar uma subida de 42% acima do período pré-COVID, e a crescer 8 pontos base face ao período entre 25 e 31 de maio

A média de compras em loja através do MB WAY atingiu também um valor 2,22 vezes superior ao início da pandemia. O MB WAY registou a décima primeira semana consecutiva de crescimento, aumentando 15% em comparação com a semana anterior.

O valor médio gasto por cada compra na Rede Multibanco manteve-se estável pela terceira semana consecutiva, situando-se nos 37,8 euros. Nas compras online, o valor desceu 2% para os 40,1 euros. Em ambas as formas de consumo, a média por compra continua acima do valor pré-pandemia: 8,9% superior nas compras físicas 6,9% maior nas online.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.