Foi o próprio Mark Zuckerberg, o patrão da Meta, que anunciou novidades frescas que vão chegar ao WhatsApp. Numa mensagem no Facebook, salienta que começaram os testes no início desta semana para a possibilidade de criar links com endereços para uma chamada no WhatsApp, os chamados Call Links.

Desta forma, os utilizadores podem convidar mais facilmente outros utilizadores para a conversa, sem a necessidade de criar salas privadas para uma chamada de grupo. É um formato que é utilizado por outras aplicações, como o Zoom ou no sistema da Apple, por exemplo. Infelizmente não vai ser possível fazer agendamentos de reuniões, utilizando este sistema, segundo referiu um porta-voz da Meta ao Engadget.

Mark Zuckerberg WhatsApp

Outra novidade é o aumento do número de pessoas que a rede social passa a suportar em chamadas de vídeo. Agora são 32 utilizadores em simultâneo a participar numa chamada, mantendo a habitual segurança e privacidade de encriptação, disse Mark Zuckerberg, prometendo mais informações para breve.

De recordar que em junho, o WhatsApp já tinha recebido algumas novidades, sobretudo ao nível da privacidade. Passou a ser possível aos utilizadores ocultar opções como a “última vez online", “Foto de Perfil”, “Biografia” e "Estado" de pessoas específicas da lista de contactos. Até então as opções podiam ser alteradas para todos, apenas contactos ou ninguém, assumindo agora as exceções dos contactos.

É ainda possível silenciar pessoas especificas numa chamada de grupo, ou contactá-las através de mensagens de texto, seja entre o anfitrião da sessão ou entre os participantes. A entrada de uma nova pessoa entra na chamada mereceu agora um indicador especial que aparece no ecrã.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.