A VisionWare vai testar o projeto europeu de mobilidade inteligente SCENE (Smart City on the Edge Network Enhancement) durante os dias 28, 29 e 30 de janeiro em Matosinhos. A empresa portuguesa de cibersegurança vai pôr à prova uma solução que deteta infrações de estacionamento. A plataforma tem em vista o aumento da eficácia de resposta da Polícia Municipal e a melhoria da mobilidade nas cidades.

Os testes do SCENE vão ter como palco a Zona Livre Tecnológica no Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto. Inaugurado em abril de 2019, o ZLT CeiiA é o primeiro espaço em Portugal dedicado ao teste de soluções com elevado impacto ambiental e social. A criação de uma Zona Franca Tecnológica foi uma das 15 medidas anunciadas pelo Primeiro-ministro António Costa em 2016, no âmbito do programa Startup Portugal – Estratégia Nacional para o Empreendedorismo.

Matosinhos lança a primeira Zona Livre Tecnológica em Portugal
Matosinhos lança a primeira Zona Livre Tecnológica em Portugal
Ver artigo

Direcionado a municípios de média dimensão, o projeto da VisionWare apresenta-se como uma plataforma IoT móvel para aplicações de cidades inteligentes com base em redes de transporte. A vertente de segurança urbana inteligente do SCENE já foi testada em dezembro de 2019 em Catânia, na Itália. Em breve, serão também realizados testes em Rennes, na França, avança a empresa em comunicado.

O SCENE quer criar sinergias entre projetos públicos, assim como diminuir os custos de iniciativas para cidades inteligentes. A plataforma de integração de sensores usa a rede de transportes públicos como meio de comunicação, permitindo, por exemplo, a utilização de imagens e vídeo de alta definição.

Projetos portugueses inovadores recebem 5,7 milhões de Bruxelas
Projetos portugueses inovadores recebem 5,7 milhões de Bruxelas
Ver artigo

Recorde-se que o SCENE foi um dos 14 projetos europeus que recebeu apoios da Comissão Europeia em 2018 no âmbito do programa Horizonte 2020. Em Portugal, foram escolhidos três projetos de inovação nas áreas das novas tecnologias e inteligência artificial que, no seu conjunto, somaram um financiamento de 5,7 milhões de euros.

Além da VisionWare, a qual recebeu um apoio de 2,2 milhões de euros, a RTP arrecadou um financiamento de 2,4 milhões de euros para o Enhanceplayer, uma ferramenta de inteligência artificial que poderá melhorar a qualidade do vídeo e limitar o tráfego de internet associado ao seu streaming. Já o projeto Digimat da Sakthi Portugal, que tem em vista o desenvolvimento de soluções inteligentes para materiais digitais na indústria automóvel, recebeu 1,1 milhões de euros em apoio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.