A descida do mercado de tablets não é de agora, como se pode ver pelos últimos números divulgados pela IDC. Em dados preliminares, a consultora indica que o período entre abril e junho assinalou o 15º trimestre consecutivo de queda. Ainda assim, há marcas que contrariam a tendência.

No segundo trimestre de 2018 venderam-se cerca de 33 milhões de tablets em todo o mundo, cinco milhões a menos do que na mesma altura do ano passado (menos 13,5%). Os modelos slate são responsáveis pela maioria das vendas (28,4 milhões de unidades), mas numa queda de 14,5% comparativamente ao ano anterior.

Os modelos híbridos também acabaram por cair entre abril e junho, mas menos. De acordo com a consultora, esta é a única categoria que demonstra algum crescimento no sector.

A Apple lidera, com 11,5 milhões de iPad comercializados, o correspondente a 34,9% do total das vendas mundiais de tablets, e numa subida de 0,9% desde o ano passado.

tek tablets 2 trimestre

O segundo lugar do ranking é ocupado pela Samsung, apesar de ter vendido menos 16,1% de tablets no segundo trimestre (5 milhões) face a igual período de 2017. Recorde-se que a fabricante sul-coreana acaba de reforçar a sua família de dispositivos com o Galaxy Tab S4.

Enquanto a Samsung cai, a Huawei, em terceiro, ameaça subir. A empresa chinesa foi a que mais cresceu entre as cinco primeiras do ranking (7,7%), ao comercializar mais 300 mil tablets do que o registado no segundo trimestre do ano passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.