A Huawei está a reforçar a sua aposta no escritório inteligente, com várias soluções de colaboração que fazem a ligação entre o computador e o telemóvel ou tablet, e que exploram também as funções das câmaras e som para melhorar a experiência de videoconferência com Inteligência Artificial. A funcionalidade de Super Dispositivo volta a ser um dos destaques no alargamento da linha MateBook, mas ainda há algumas limitações em relação aos equipamentos que o suportam.

Os primeiros portáteis da Huawei na Europa foram lançados em 2016 no MWC e nos últimos anos a empresa tem investido na diferenciação do alinhamento de computadores, com mais modelos de portáteis, tablets 2 em 1 e até um modelo com e-ink. Hoje o anúncio está centrado em dois modelos MateBook de 16 polegadas, que são acompanhados por um monitor MateView e auriculares FreeBuds Pro 2, mas sobretudo naquilo que refere como uma aposta no "escritório inteligente", onde a ligação entre os dispositivos é facilitada por novas ferramentas.

A Huawei já nos habituou a alguma inovação nesta área com o Huawei Share, que permite a partilha muito rápida de imagens e ficheiros entre o smartphone e o PC, e vice versa, usando o NFC, que se mantém nos novos equipamentos hoje anunciados.

Os novos computadores MateBook 16S e MateBook D 16 trazem pela primeira vez ecrãs de 16 polegadas para a linha de portáteis D da marca, com ecrãs de maior dimensão para trabalho criativo e maior produtividade. O MateBook 16S é o modelo mais "artilhado" com processador Intel de 12ª geração Core H-Series, com certificação Evo e ecrã FullView com resolução 2K, aspecto 3:2 e sensível ao tato, com molduras mais finas a aproveitar melhor o espaço de visualização e mais leve para ser facilmente transportado.

A Huawei vai ter a partir de agosto uma versão com o processador Intel i9 que ainda não está disponível.

Veja as imagens do novo MateBook 16S 

Apesar de ter um ecrã de 16 polegadas, o novo portátil tem uma dimensão equivalente aos modelos de 15 polegadas, com  17.8mm e um peso abaixo de 2 kg, com um trackpad de maior dimensão e colunas de som posicionadas ao lado das teclas.

O novo portátil vai chegar ao mercado português a 12 de julho com preços a partir de 1.699 euros e oferta de lançamento do ecrã de 23 polegadas Huawei Display e dos FreeBuds 4.

O modelo MateBook D 16 só chega uma semana mais tarde, no dia 18 de julho, e embora mantenha a mesma dimensão de 16 polegadas de ecrã tem características mais modestas, mas ainda assim suficientes para quem estuda ou trabalha e precisa de capacidade de processamento e bom desempenho. O processador é também um Intel Core H-Series de 12ª Geração mas há uma versão com o Intel Core i5-12450H que consegue um preço abaixo dos 1.000 euros.

Veja as imagens do novo MateBook D 16

O teclado traz pela primeira vez um espaço dedicado ao teclado numérico e um botão de cancelamento da câmara, junto com mais três teclas de atalho, uma das quais para a pesquisa que não se limita aos documentos guardados no computador mas que abrange todos os dispositivos que estejam ligados.

Este modelo vai estar à venda a partir de 18 de julho e tem também uma campanha de promoção com oferta do Huawei Display 23,8, que tem um valor de mercado de 159 euros.

Uma nota interessante para a proteção de quebra de ecrã que é oferecida por 12 meses no MateBook 16S e por 6 meses no MateBook D 16.

Os dois novos portáteis partilham as funcionalidades de Smart Conference, que contam com a ajuda de inteligência artificial para facilitar as conferências online, e a funcionalidade Super Dispositivo, que oferece três modos de ligação entre um tablet Huawei MatePad e um MateBook, com possibilidade de espelhar o ecrã, de estender a visualização de informação ou de colaborar.

A câmara de vídeo está preparada para reconhecer o rosto nas conferências, seguindo o seu movimento e mantendo-o focado, e há uma solução na Smart Conference de fundos virtuais. Mais estranho é a solução para manter o contacto visual, corrigindo a posição dos olhos, que ainda temos de ver a funcionar.

A nível de som o MateBook 16S tem 4 microfones que capta um ambiente de 5 metros, com melhoria de som captado e com optimização por sound TrueVoice.

No pacote de novidades apresentadas há ainda um novo monitor Huawei MateView SE e os novos auriculares FreeBuds Pro 2. O monitor é uma versão mais básica do MateView e só vai chegar mais tarde ao mercado português com um preço entre os 190 e 210 euros.

Os auriculares FreeBuds Pro 2 são uma versão optimizada e melhorada em relação à versão anterior e a Huawei destaca em especial os modos de cancelamento de ruído e a adaptação automática a cada utilizador e ao seu canal auditivo. Também suportam ligação simultânea a dois equipamentos (um telemóvel e um PC, por exemplo) e são compatíveis com iOS, Android e Windows.

Vão estar disponíveis em Portugal a partir de 15 de julho e custam 220 euros.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação depois da conferência de imprensa. Última atualização 15h07

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.