O MEO XL Games que está a decorrer este fim de semana em Matosinhos foi o palco escolhido para a PlayStation Portugal realizar a gala de entrega dos prémios PlayStation Talents. Já eram conhecidos os finalistas da edição de 2023, numa seleção de títulos produzidos por pequenos estúdios nacionais e estudantes. Os vencedores nas diferentes categorias foram conhecidos no auditório da Exponorte.

O grande vencedor da noite foi Hexrite, considerado não apenas o Melhor Jogo do Ano, como ainda amealhou o Prémio Imprensa, atribuído pelos principais meios portugueses. Hexrite, produzido pela Phabula é descrito como um jogo de ação e aventura na terceira pessoa, onde os jogadores controlam um feiticeiro com acesso a feitiços e magias. O jogo tem elementos de exploração, puzzles de plataformas e claro, ação, em que o protagonista defronta criaturas, num mundo “estilizado”.

Veja na galeria os finalistas dos Prémios PlayStation

Em entrevista ao SAPO TEK, o vencedor do projeto e líder da Phabula, Vasco Bento, explicou que o estúdio funciona de forma remota, sendo composto por si e mais duas pessoas. O jovem de 23 anos divide-se entre a produção em part-time, mantendo a profissão de barman no Reino Unido.

O projeto nasceu durante a pandemia de COVID-19, enquanto estudava Game Development na universidade. O isolamento impedi-o de voltar a Portugal e por isso decidiu começar a produção do jogo, um pouco para se voltar a conectar com outras pessoas que conhecia em Portugal, nas áreas da arte ou música. “Estávamos longe, sem ligação física, optamos pelo remoto e a partir daí começamos um protótipo de um sistema de batalha para a universidade e depois foi sendo adicionado a arte e uma história”. O projeto soma cerca de ano e meio de produção.

Vasco Bento procurou inspiração em clássicos da PlayStation 2, como Ratchet & Clank, MediEvil e outros títulos de aventura e plataformas. As cúpulas mágicas representam zonas a visitar para ativar, que mudam o campo de batalha. O jogo tem missões secundárias e uma história.

Vasco Bento
Vasco Bento, líder da Phabula, que venceu com o jogo Hexrite.

Para o futuro da produção, o Prémio que recebeu significa o mérito, segundo Vasco Bento, um “empurrão gigante” para o desenvolvimento do projeto. “Financeiramente vai-nos ajudar a criar mais conteúdo para o jogo e por outro vai nos dar visibilidade”. Destaca ainda que o seu exemplo pode significar inspiração para outros estudantes, as oportunidades que vão surgindo. Espera agora levar o jogo a mais eventos para mostrar ao público, prometendo continuar a acrescentar conteúdo e para breve uma demo para todos experimentarem.

A lista de vencedores inclui ainda Unseen Value, que recebeu o Prémio de Jogo Mais Inovador e a Melhor Arte. Este jogo de puzzles tem como inspiração uma casa de leilões dedicado à venda de objetivos históricos da História da Navegação em Portugal.  Os jogadores têm como objetivo analisar e identificar objetivos, neste caso, mobília da Lusíada. Há pistas para descobrir, interação com os objetos para superar os desafios.

Veja na galeria imagens da gala Prémios PlayStation 2023:

O título Witness Veil the Past amealhou o Prémio Melhor Utilização das Plataformas PlayStation. O Melhor Jogo Infantil foi entregue ao projeto Dejima Delivery, um simulador de entregas baseado numa ilha flutuante e os protagonistas são pequenos animais “fofinhos”. Para a Melhor Narrativa, o prémio foi entregue a Who Done E.T., um título produzido pela Manalchemy. Trata-se de um jogo de investigação na primeira pessoa, onde o objetivo é encontrar o culpado de um homicídio.

Por fim, o prémio especial Games for Good foi entregue a The Fisherman: A Codish Talen da Loading Studios. Esta aventura narrativa com elementos de exploração baseia-se numa história verídica do navio Maria da Glória, durante a Segunda Guerra Mundial.

Prémios aos finalistas incentivam à finalização e publicação dos projetos

O grande vencedor recebeu um prémio de 10.000 euros, para apoiar o desenvolvimento e publicação do jogo por parte da PlayStation Ibéria. O projeto vai receber o apoio na publicação na PlayStation Network e multiplataformas; acesso a ferramentas de desenvolvimento; e ainda uma campanha de promoção e marketing avaliada em 50.000 euros.

Os Prémios PlayStation Talents já contaram com a participação de mais de 400 projetos desde 2015. O grande vencedor da primeira edição, Strikers Edge, do estúdio Fun Punch Games, foi lançado em janeiro do ano passado. Entre os vencedores das edições anteriores contam-se ainda VRock; Out of Line; KEOBack ThenEvil BelowSophia and the Girl from the Past; e, mais recentemente, Have We Met?. Três destes jogos já estão em desenvolvimento.

Ricardo Correia, coordenador dos PlayStation Talents Portugal, destaca que não foi só a qualidade que subiu, “nota-se que 9 dos 10 finalistas são projetos de estudantes. E o nível de qualidade que eles já têm é muito grande, o que fala muito do crescimento do ensino em Portugal”. Explica que nos anos anteriores os projetos candidatos eram muito embrionários, os projetos que chegam ao PlayStation Talents são bastante sólidos, “que dificultam muito a escolha”. Ricardo Correia salienta que os projetos têm uma qualidade enorme, sendo muitos estudantes do primeiro ano de faculdade.

Veja o trailer do jogo vencedor dos Prémios PlayStation Talents:

Apesar de haver apenas um vencedor principal (e outras categorias), é referido que os restantes projetos vão ser finalizados e que podem ser usados como portfólio na candidatura a emprego na indústria do gaming. “Já não se tratam de jogos para a gaveta, mesmo que não sejam grandes, eles querem é terminar, lançá-lo, independentemente do valor obtido”.

Dando o exemplo do estúdio que venceu esta gala, independentemente do prémio principal conquistado, o projeto estava já a “todo o gás” para ser finalizado, estava mesmo em fase de negociação de publicação, “mas também procuram o reconhecimento. Um programa com a marca da PlayStation é um incentivo muito grande, não apenas para os vencedores das categorias, mas também para os finalistas”. Aa SAPO TEK, o vencedor do Melhor Jogo, confidenciou que veio de propósito do Reino Unido para assistir à gala, sem saber ou ter expetativas de que iria ganhar um prémio.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.