A Inteligência Artificial é capaz de muitos feitos: desde ajudar cientistas a desenvolver medicamentos e a detetar doenças até a identificar 143 novos geoglifos no deserto de Nazca, passando ainda por aprender a derrotar 98,8% dos jogadores no videojogo StarCraft II. No entanto, são vários os investigadores que, ao longo da década, têm vindo a alertar para os perigos de uma utilização pouco consciente da tecnologia.

Quando as notícias caem nas “mãos” de uma IA, os resultados podem ser preocupantes, como se pode ver no website NotRealNews.net. O projeto é uma criação da Big Bird, uma empresa especializada no desenvolvimento da tecnologia. O objetivo por trás da página é, de acordo com a organização, mostrar que a IA pode ser uma aliada dos jornalistas.

De acordo com a Big Bird, a IA desenvolvida é capaz de gerar uma espécie de modelos “pré-fabricados” de artigos, sendo que os jornalistas precisam de editá-los com informação que seja factual. A empresa afirma que não quer “tirar o emprego” aos jornalistas, apenas quer ajudá-los a ganhar mais tempo para procurar informações substanciais.

NotRealNews.net

O website da empresa é uma demonstração das capacidades da sua IA. Embora pareçam realistas e convincentes na maioria dos casos, os artigos que a tecnologia escreve são falsos. A questão torna-se problemática quando a página não indica claramente que o conteúdo não é verdadeiro.

É verdade que o nome do website dá a entender que não estamos perante conteúdo real. No entanto, numa altura em que basta um título suficientemente chamativo para tornar uma notícia viral nas redes sociais, o projeto da Big Bird pode levar à partilha de informação (verdadeiramente) falsa. Ao percorrer NotRealNews.net é possível notar que muitas das notícias até podem ter algumas semelhanças com a realidade, algo que pode levar a que alguns leitores mais incautos possam acreditar nos conteúdos.

NotRealNews.net

Para evitar ler e partilhar notícias online que não são verdadeiras existem algumas recomendações a ter em conta, para além de não ter como fonte noticiosa o NotRealNews.net ou websites que indiquem que o conteúdo que produzem é sátira.

A Ethical Journalism Network, por exemplo, partilha algumas dicas. Os leitores devem manter-se atentos a elementos suspeitos, como endereços estranhos, notícias sem autor ou data ou histórias que só aparecem numa determinada página. Além disso, as plataformas de fact-checking são bons aliados. A Global Investigative Journalism Network apresenta também algumas técnicas que pode utilizar quando se deparar com notícias que suspeita que são falsas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.