A base são os dados da Global Footprint Network e da Faculty of Environmental Studies na Universidade de York, em Toronto, onde se pretende construir uma coligação de países, suportado numa rede de informação académica rigorosa sobre sustentabilidade e biocapacidade. Com esta informação os países, cidades, empresas e cidadãos podem perceber as dependências ecológicas e os riscos de exposição, gerindo a sua transição para um mundo mais sustentável.

A fundação FoDaFo (Footprint Data Foundation) teve início em setembro de 2017 e já conseguiu alguns marcos importantes, entre os quais a utilização da informação para o cálculo do Dia de Sobrecarga da Terra, que este ano acontece a 22 de agosto, data em que se esgotam os recursos naturais.

Os cálculos da pegada ecológica continuam a ser as únicas métricas que ajudam a calcular o consumo de recursos e a taxa da sua renovação, e a métrica de que o consumo total excede em 75% a taxa de renovação é assustadora, pelo que todos os esforços são relevantes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.