O número de unicórnios de capital privado em todo o mundo - empresas com uma valorização de mercado superior aos mil milhões de dólares - é hoje maior do que nunca, com 832 startups e scaleups nessa condição e a expectativa é que, ainda este ano, o número de unicórnios em todo o mundo ultrapasse o milhar. Só em 2021 já ascenderam à categoria de unicórnio 354 empresas, o que representa um crescimento de 48% neste indicador.  

A grande maioria dos unicórnios vale entre mil e cinco mil milhões de dólares, 794 das empresas consideradas estão neste intervalo. Outras 37 já conseguiram ascender ao estatuto de decacórnio (uma é portuguesa) e há apenas um hectacórnio.  

O título é da ByteDance, a empresa que detém o TikTok, que é neste momento a única não cotada em todo o mundo, com uma valorização de mercado superior a 100 milhões de dólares, neste caso de 140 mil milhões de dólares. Como sublinha a CBInsights nesta análise, desde 2017 a ByteDance multiplicou por 10 o seu valor. 

Clique nas imagens para mais detalhes

As presenças portuguesas mais destacadas nesta tabela são da Talkdesk e da Outsystems, que ocupam respetivamente a 38 e 39ª posições do ranking, com valorizações de 10 e 9,5 mil milhões de dólares. Já este ano, outra empresa portuguesa ajudou a aumentar o clube dos unicórnios, a Feedzai, que alcançou o estatuto em março deste ano. Joga para já no mesmo “campeonato” que outra startup de ADN português, também convertida já este ano em unicórnio, a Remote.

Por países, os Estados Unidos continuam a ser a nação com mais unicórnios, quase metade dos que existem a nível global, uma posição que várias empresas portuguesas ajudam a consolidar, já que todas as referidas acima têm sede nos EUA. Segue a China, “casa” de 19% dos unicórnios de capital privado identificados pela CBInsights. Por sectores, as fintech têm sido as mais dinâmicas. 

Startups: Europa já produz mais unicórnios que a China
Startups: Europa já produz mais unicórnios que a China
Ver artigo

A Europa está em clara desvantagem neste campeonato, mas vale a pena sublinhar que outra análise recente, mostrava que este ano a região já tinha produzido mais unicórnios que a China e que era uma das zonas do globo onde o número de unicórnios mais estava a aumentar. 

Referia esta pesquisa, que a Europa já ultrapassou a China no número de unicórnios e que a região tornou-se, também este ano, na que mais cresceu na capacidade de atrair capital de risco, com as startups locais a captarem nos primeiros seis meses do ano um total de 49 mil milhões de dólares em investimento, quase três vezes mais que no período homólogo. 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.