Durante a sua intervenção no Web Summit, Vasco Pedro da Unbabel, explicou como a IA pode quebrar a barreira da língua, referindo ser uma questão que muitos cientistas tentam ultrapassar, dando o exemplo da invenção do Esperanto. Mas a língua, segundo Vasco Pedro é o que identifica as tribos e os povos: “se falas a minha língua, então és próximo de mim”, o que permite abrir canais de confiança na comunicação entre os intervenientes. E por isso, este “problema” vai continuar a existir.

Relativamente às experiências de relações com os clientes, estas não são fáceis de traduzir, pelo menos, com a mesma facilidade como as línguas. Considerando que todas as empresas têm como objetivo tornarem-se globais, para já, ainda há muita dependência das agências de comunicação e tradução, mas isso não chega para as necessidades cada vez mais exigentes dos grandes grupos.

A Unbabel utiliza um modelo híbrido na sua oferta, porque a empresa acredita que a IA sozinha não é suficiente, simplesmente porque lhe falta as emoções. A sua solução passa por utilizar a inteligência artificial avançada para escalar as tarefas que normalmente demorariam muito tempo, aliados às tarefas e conhecimento cognitivo dos humanos. A Unbabel quer assim facilitar a aproximação dos agentes aos clientes, gerindo o maior número de pessoas ao mesmo tempo.

Nesse sentido o suporte a clientes internacionais tem agora um novo apoio nas conversações: uma IA que pretende facilitar as traduções em tempo real, para pessoas que não falam a mesma língua, o Projeto Maia. André Martins, Vice-Presidente de AI Research da Unbabel, já havia explicado ao SAPO TEK que prestar suporte a clientes internacionais recorrendo a agentes humanos, que falem diferentes línguas é um recurso escasso e dispendioso. O assistente de IA "aumenta" as capacidades do agente humano através de funcionalidades como tradução automática, sugestão de respostas, e monitorização da satisfação do cliente, preservando sempre a empatia humana ao longo da conversa.

A empresa afirma que a tradução automática, nos sistemas atuais, demora uma fração de segundo para uma mensagem típica. Tempo que é insignificante quando se considera o tempo médio que um agente humano demora a escrever uma resposta. O objetivo passa por oferecer um sistema semelhante à de alguém que está a conversar em tempo real e que fala a mesma língua.

O SAPO TEK vai estar a acompanhar tudo o que se passa no Web Summit e pode seguir aqui as principais notícias e intervenções com a nossa equipa. Se tiver sugestões ou recomendações de talks e startups envie-nos um email.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.