Ao todo são abertas mais de 51 mil vagas para cursos do ensino superior, o maior número dos últimos sete anos, podendo os alunos apresentar a sua candidatura até 23 de agosto. Os resultados da primeira fase são conhecidos a 28 de setembro.

As universidades de Lisboa e do Porto são as que crescem mais em número de vagas disponíveis, e no Porto destacam-se as áreas de engenharias, enquanto em Lisboa o aumento registou-se nas competências digitais, segundo dados disponibilizados pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES).

As candidaturas são apresentadas online, no síte da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) e os candidatos podem utilizar a autenticação com o cartão de cidadão ou chave móvel digital.

Ministério insiste em aulas presenciais em setembro. Máscaras, testes e app STAYAWAY COVID nas recomendações
Ministério insiste em aulas presenciais em setembro. Máscaras, testes e app STAYAWAY COVID nas recomendações
Ver artigo

Apesar do maior número de vagas, espera-se que as médias sejam este ano mais altas, já que as notas dos exames nacionais de quase todas as disciplinas subiram este ano -- a exceção foi Matemática Aplicada às Ciências Sociais. A média dos exames realizados a Biologia e Geologia, por exemplo, subiu 3,3 valores numa escala de 0 a 20, sendo agora de 14 valores.

Durante duas semanas e meia do mês de julho, milhares de alunos do 11.º e 12.º anos realizaram exames nacionais nas disciplinas que elegeram como provas de ingresso, ou seja, os exames realizados foram para acesso ao ensino superior.Segundo dados do Ministério da Educação, registaram-se 257.330 inscrições na primeira fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 227.962 provas, o que corresponde a cerca de 88,6% das inscrições.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.