De forma a responder às necessidades do conceito Citizen Development, a OutSystems lançou uma nova plataforma agregadora do espectro de desenvolvimento de aplicações, incluindo Pro-code, low-code e no-code. O objetivo é satisfazer a velocidade e agilidade necessária na produção de aplicações, dando às empresas TI novos recursos dentro da plataforma, assim como suporte a processos de negócio de grande escala e críticos.

A OutSystems introduziu esta nova oferta baseado num estudo da Gartner que prevê, até 2022, que os citizen developers sejam responsáveis pela criação de mais de um terço das aplicações web e móveis orientadas para os funcionários, sobretudo em organizações com iniciativas citizen developers mais maduras.

Também um relatório da empresa conclui que a maioria dos utilizadores de low-code sejam profissionais de desenvolvimento de TI, na casa dos 69%, enquanto 44% são utilizadores business que trabalham em colaboração com as TI, ou seja, são citizen developers.

A empresa refere que as ferramentas self-service existem há décadas, e muitas das aplicações dos departamentos que resolvem problemas reais do negócio podem tornar-se perigosamente descontrolados. Isto porque muitos dos processos e dados vitais da empresa podem fragmentar-se em várias aplicações e diferentes sistemas, que nunca foram projetados para serem “mission-critical”. E é nesse contexto que a OutSystems lança a sua plataforma unificadora, para as empresas criarem as suas aplicações, sem terem de as reescrever.

A OutSystems explica que a plataforma permite criar novas experiências na web e dispositivos móveis, facilitando a junção das diferentes partes da interface, e desta forma favorecer os programadores a produzirem melhores experiências ao utilizador. Há também uma maior automatização dos processos de negócio, graças um sistema de workflow que omite processos complexos de desenvolvimento. O editor permite automatizar fluxos de trabalho e dessa forma reduzir custos operacionais, melhorias na comunicação e visibilidade entre departamentos. Por fim, o recurso de administração e alteração automática da arquitetura fornece recomendações inteligentes para aplicações, assim como visibilidade de dúvidas técnicas num portfólio de aplicações orientadas pela IA, e dessa forma solucionar problemas mais cedo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.