Apesar de o Huawei Mate 30 Pro ter sido apresentado a 19 de setembro sem Google Mobile Services não levou muito até que surgissem notícias que explicavam uma forma aparentemente fácil de contornar este problema e que permitia instalar os serviços da Google nos smartphone. Mas agora, e como a Bloomberg reportou, isso pode ter deixado de ser possível.

Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro ainda sem data de lançamento (e sem Google Mobile Services)
Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro ainda sem data de lançamento (e sem Google Mobile Services)
Ver artigo

As partilhas em várias contas do Twitter com utilizadores do smartphone mostram aquela que parece ser a nova realidade, com a "tática" inicial a dar erro. Depois da proibição por parte dos Estados Unidos, que impede a fabricante chinesa de comprar software e componentes americanos, o Huawei Mate 30 Pro poderá estar realmente condicionado.

Já depois do fim da apresentação da nova gama Mate, que só deve ser lançada comercialmente no final do ano, fonte da Huawei explicou ao SAPO TEK que está instalada nos smartphones a versão Open Source do Android 10, com o EMUI 10, mas não os serviços e a loja Google Play, nem as apps Google.

Huawei vs EUA: Crónica de uma guerra longa com impactos que ainda têm de ser medidos
Huawei vs EUA: Crónica de uma guerra longa com impactos que ainda têm de ser medidos
Ver artigo

Os consumidores vão ter acesso ao Huawei Mobile Services, com "milhares de aplicações" e as principais apps, do Facebook, Twitter e WhatsApp, por exemplo, mas não há aplicações da Google, como o Gmail e os mapas, ou o Photos. Essas aplicações podem ser instaladas à posteriori através de APKs ou acedidas via browser.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.