A Google já lançou a versão beta do Chrome 81 para Android, Linux, Mac e Windows e uma das maiores mudanças é que esta traz suporte para WebXR e realidade aumentada baseada em web.

Isto significa que os programadores têm agora uma forma fácil de oferecer experiências em realidade aumentada para as plataformas móveis, sem que, para isso, tenham de recorrer a apps dedicadas ou de construir, de raiz, plataformas inteiras que as suportem.

Downloads considerados inseguros vão ser bloqueados pelo Chrome. Ficheiros devem ser de origem HTTPS
Downloads considerados inseguros vão ser bloqueados pelo Chrome. Ficheiros devem ser de origem HTTPS
Ver artigo

Importa também sublinhar que este novo Chrome vai suportar interações via NFC, mais uma vez, sem a ajuda de qualquer app externa que o viabilize.

Imagine-se, por exemplo, num museu, onde cada peça conta com um beacon, onde pode encostar o telefone e receber contexto adicional sobre o que está a ver. Este tipo de interação já é possível, mas, até hoje, requeria um tipo de software especial que a permitisse. Agora, torna-se fazível apenas com a ajuda de um browser.

Mais de 500 extensões tiveram acesso aos dados de 1,7 milhões de utilizadores. Google já "resolveu" o assunto
Mais de 500 extensões tiveram acesso aos dados de 1,7 milhões de utilizadores. Google já "resolveu" o assunto
Ver artigo

O Chrome 81 vai trazer também alguns desenvolvimentos ao nível da segurança. Esta versão do browser deixará de suportar os protocolos TLS 1.0 e 1.1, que ainda asseguravam a navegação em alguns portais HTTPS. Doravante, qualquer site que mantenha estas versões ativas será identificado como sendo inseguro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.