Para quem tem o "elixir" da juventude, o dia da criança é quando o homem quiser, como também a hora de experimentar novos jogos e aplicações. Neste dia, e a pensar nos mais novos e mais velhos, o SAPO TEK compila 10 aplicações, jogos e sites que pretendem ensinar as crianças, mas sem esquecer o lado da diversão.

Desde um site que tem como objetivo ajudar as crianças a perceberem melhor a importância do distanciamento social em plena pandemia de COVID-19 a uma aplicação que pretende construir foguetões, as opções em cima da mesa são várias. Tem ainda tempo para aprender mais sobre programação online com os mais novos, se pretender.

Confira a lista das propostas para este Dia da Criança. 

É a brincar que se aprende: Há um jogo que ajuda os mais novos a perceber o distanciamento social

Em Can You Save The World?, quantos mais contactos forem evitados, mais vidas serão salvas. A criação de Martin Jacob e Richard Wiseman tornou-se rapidamente popular nas redes sociais e conta já com mais de 15 mil jogadores em todo o mundo.

Explicar aos mais novos que o mundo enfrenta uma pandemia e que é preciso tomar algumas medidas para nos mantermos seguros não é fácil, mas há um novo jogo que pode ajudar. Em Can You Save The World?, miúdos e graúdos podem aprender mais sobre a importância de manter o distanciamento social de uma forma divertida.

O objetivo é navegar pela rua ao mesmo tempo que se mantém uma distância segura das outras pessoas. Quantos mais contactos forem evitados, mais vidas serão salvas. Pelo caminho, o jogador poderá também ganhar power-ups ao recolher máscaras, snacks saudáveis e até raros rolos de papel higiénico.

A missão aparenta ser simples, mas, como na vida real, torna-se difícil evitar o contacto quando há mais pessoas na rua. Se passar demasiado perto das pessoas, o jogador adoece e terá de ir para quarentena e, caso escolha recomeçar a missão, o jogo inicia com um protagonista diferente.

O projeto nasceu de uma colaboração entre Richard Wiseman, professor britânico de Psicologia, e Martin Jacob, um jovem francês que está a terminar um mestrado em videojogos.

Numa recente entrevista ao Público, Martin Jacob explicou que o processo de criação do jogo teve de ter em conta a forma como as crianças vêem o mundo. Longe de querer promover a ideia de que o contacto com as outras pessoas é negativo, Can You Save The World? quer ajudar os mais novos a perceber que é necessário respeitar as regras de segurança.

A criação de Martin Jacob e Richard Wiseman tornou-se rapidamente popular nas redes sociais e conta já com mais de 15 mil jogadores em todo o mundo. Para começar a pôr os mais novos a salvar o mundo não precisa de instalar qualquer tipo de programa, pois Can You Save The World? pode ser jogado diretamente no website criado por Martin Jacob.


Jogue bowling nos locais mais divertidos em Bowling Crew e colecione bolas coloridas

O jogo de bowling multijogador apresenta uma jogabilidade simples e divertida, com diferentes cenários para visitar.

Tal como existem jogos de golfe ou de estratégia multijogador competitivo, nada como testar a sua pontaria em partidas online de bowling. Bowling Crew apresenta uma jogabilidade muito simples, ainda que cheia de estratégia que não utilizará três dedos nos orifícios da bola real, mas apenas o deslizar de um para arremessá-la com toda a força contra os pinos.

Ao longo das partidas irá desbloquear novas bolas, não só com uma diferenciação cosmética, como estas têm estatísticas úteis para o estilo de jogo. Entre a potência, o controlo dos efeitos de gancho e o guia de ajuda estas podem ser melhoradas quando desbloqueia cartas na maleta de prémios. Há bolas de potência, de ricochete, de precisão e outras características para quando precisa de tanto fazer um strike, como acertar naquele último pino solitário.

O jogo tem ainda diversas missões para desbloquear ainda mais itens, tais como recolher fichas, que é o sistema monetário deste universo, jogar um determinado número de partidas ou mesmo somar pinos derrubados. Para além das bolas, o jogo inclui diversas arenas temáticas, com soalhos diferentes que colocam em desafio a habilidade dos jogadores.

Bowling Crew é gratuito e pode fazer o download em versões Android e iOS.


É fã das histórias da NASA e SpaceX? Há um jogo onde pode construir foguetões espaciais

A proposta Rocket Star incentiva os jogadores a desenvolverem novas tecnologias espaciais e a lançar foguetões ao espaço para descobrir outros planetas. 

Rocket Star é um jogo de simulação que coloca o jogador na pele de um chairman responsável por uma fábrica de foguetões. O objetivo é explorar o negócio espacial, contratando os melhores talentos para trabalhar na empresa, investigar novas tecnologias e construir novos modelos de foguetões para enviá-los ainda mais longe e descobrir novos planetas.

À medida que cumpre os objetivos terá de expandir as instalações e pesquisar novos componentes para as naves, assim como aumentar a produção de foguetões. É possível visitar a Lua, Marte, Júpiter, mas estes planetas da nossa galáxia são apenas o início da aventura espacial. O jogo tem um sistema que permite dar ordens à equipa, que mesmo ausente da partida continua a trabalhar. Quando regressa, terá amealhado novas tecnologias e dinheiro com as missões entretanto concluídas.

Para além dos trabalhos de simulação da fábrica, os jogadores devem gerir o programa espacial, aceitando missões como o envio de satélites ou a construção de bases em outros planetas. Mas para garantir que a empresa evolua, terá de contratar cientistas e empreendedores com novas ideias para explorar. Mas talvez o mais interessante, é a possibilidade de os jogadores criarem o seu foguetão de sonho e competir com Elon Musk e a sua Spaceship.

Pode fazer o download do jogo gratuitamente em versões Android e iOS.


Convocados todos os heróis da Disney para novo jogo de arenas de combate

Disney Sorcerer’s Arena reúne Mickey, Donald, Monster Inc., Toy Story e muitos outros universos Disney para batalhas intensas em equipas. 

Lançado há poucos dias, Disney Sorcerer’s Arena é o típico jogo de combates por turnos em diferentes arenas, que incentiva os jogadores a colecionar cartas dos heróis da Disney para construir uma equipa poderosa. Cada personagem tem um leque de habilidades únicas, com características especiais que necessitam ser equilibradas para vencer as batalhas.

As cartas colecionáveis apresentam as conhecidas figuras de diferentes universos da Disney, como Mickey, Donald, Aladdin, as personagens de Toy Story, A Pequena Sereia, Maléfica, Peter Pan, e muitas outras, num leque de mais de 100 nomes, que vão sendo adicionadas à coleção dos jogadores. Cada personagem tem um papel na equipa, semelhante aos RPG tradicionais: tanks, healers, suporte ou dano, o que obriga a uma gestão estratégica das cartas que levam para os combates.

O jogo assemelha-se a outros títulos como Star Wars: Galaxy of Heroes, com batalhas com cinco personagens por equipa. Apesar de poder jogar sozinho, o jogo incentiva a participar nas batalhas online contra outros jogadores em torneios, de forma a ser listado em rankings, prometendo ainda novos modos, personagens e conteúdos no futuro.

Pode fazer o download gratuito de Disney Sorcerer’s Arena em versões iOS e Android.


Tornar-se num mestre da programação enquanto joga em família? Com a Mimo é possível

Manter miúdos e graúdos entretidos numa altura em que passar mais tempo em casa se tornou na nova realidade pode ser complicado. A Mimo promete ajudá-lo a divertir-se em família ao mesmo tempo que todos aprendem o “bê-à-bá” da programação. 

Se tem uma família “techie” e está à procura de uma atividade que reúna miúdos e graúdos e os mantenha entretidos, a Mimo promete ajudá-lo a passar o tempo de forma divertida e educativa. A aplicação é uma porta de entrada para o mundo da programação através de pequenos jogos e desafios.

Na Mimo, os utilizadores poderão aprender os básicos de várias linguagens de programação, como HTML, CSS, Python ou C++, de uma forma interativa. A partir daí, poderão começar a construir as suas próprias aplicações e páginas web e até mesmo perceber o que se passa nos “bastidores” dos websites.

Em vez de aulas extensas, as quais se podem tornar pouco apelativas para os mais novos, a Mimo aposta em lições mais curtas e simples, com exercícios que poderão ser realizados em minutos. Depois de uma pequena introdução à matéria em questão, os utilizadores podem pôr mãos à obra e começar a explorar as linhas de código apresentadas.

À medida que termina os exercícios em mãos e completa os desafios, o utilizador recebe imediatamente feedback da aplicação. Se conseguir realizar as tarefas de forma bem-sucedida poderá ganhar pontos. Além disso, a Mimo regista todo o progresso feito de forma a que o utilizador possa acompanhar a sua evolução.

A Mimo está disponível tanto para Android, na Play Store, como para iOS, na App Store. Se ainda está a dar os primeiros passos no mundo da programação, o modo gratuito da aplicação será ideal. Mas, se quer mesmo embarcar “em força” nesta aventura, poderá subscrever ao serviço premium, o qual conta com funcionalidades extra, por 9,90 euros por mês.


Tasty Town: Da horta para as mesas. Torne-se um chef internacional de sucesso

Seja numa caravana a vender cachorros ou num restaurante de luxo, Tasty Town é um jogo de estratégia para quem tem o paladar apurado e o olho para o negócio. 

A proposta para smartphones Tasty Town convida os jogadores a desenvolverem o seu negócio da comida em diferentes cenários. Seja a vender bifanas numa caravana, servir pizzas num estabelecimento italiano ou gerir um restaurante de luxo, este jogo convida também os jogadores a criarem as suas matérias-primas para os melhores pratos, ou seja, os ingredientes cultivados diretamente da horta.

O jogo oferece diferentes opções de design para criar os restaurantes, sendo possível pintar e mobilar cada divisão para receber com maior conforto os clientes esfomeados, desejosos de saborear grandes sabores.

Para ser bem-sucedido terá de participar em diversos mini-jogos e atividades, tais como servir rapidamente os clientes que estejam com mais pressa. Obviamente que aqueles que olham aos detalhes vão avaliar a estética do espaço, por isso terá de ter bom gosto na escolha das decorações. Pode também contratar chefs de diferentes países e cultura para criar uma oferta diversificada.

Outras atividades passam por entregas de produtos no camião, fazer festas em espaço de eventos para recompensas especiais.

Pode fazer o download gratuito de Tasty Town em versões Android e iOS.


Transforme o smartphone numa cana de pesca

O jogo Fishing Clash: Pescaria 2020 incentiva pescadores virtuais a fazerem duelos para capturar o maior peixe do oceano. 

A pesca pode ser uma atividade relaxante e calma, mas também pode ser frenética quando são realizadas competições, seja para apanhar quantidades de peixe ou o maior e mais pesado exemplar. É exatamente isso que o jogo para smartphone Fishing Clash: Pescaria 2020 propõe, incentivando os jogadores a juntarem-se a um clube de pesca de elite, para participar em torneios para amealhar trofeus.

O jogo apresenta cenários naturais apelativos, inspirados pelas paisagens norte-americanas. As competições arrancam na Flórida, seguindo-se o lago do Alabama, o Gunterville, o rio Kenai no Alasca, em que terá de se dedicar à pesca do salmão e trutas.

Este título pretende simular de forma realística o processo da pesca, começando pelos modelos 3D dos peixes. Os que entendem sobre pesca vão reconhecer peixes como o peixe-gato, o robalo, o peixe do sol, trutas, salmões, barracudas e até tubarões. Será possível jogar em alto-mar, à boia, no gelo e outras técnicas. Há campeonatos contra outros jogadores e a jogabilidade pretende ser simples e intuitiva.

Pode fazer o download gratuito de Fishing Clash: Pescaria 2020 em versões Android e iOS.


O desafio de RollerCoaster Tycoon Touch é construir um parque de diversões no smartphone

Construa mais de 250 diversões temáticas, desde montanhas-russas, a rodas gigantes, torres e outras atrações para manter os visitantes felizes… e a gastarem dinheiro. 

A série RollerCoaster Tycoon é uma das mais antigas e emblemáticas no género de simuladores temáticos, focada como o nome indica em montanhas-russas. Mas é mais que isso, é tudo sobre a capacidade de gestão de um negócio em torno de um parque de diversões, com centenas de atrações para manter os visitantes felizes e entretidos, e com isso claro, a gastar dinheiro nas atividades: carroceis, torres, rodas gigantes, para além de restaurantes, lojas de recordações, brinquedos, num total de 250 ofertas.

Tudo isso está disponível na versão portátil Touch, muito próxima do PC e consolas, incluindo os visuais tridimensionais que dão cor e animação aos pequenos parques de diversões. O jogo tem uma interface adaptada ao pequeno ecrã, utilizando toques para aceder aos menus de forma menos confusa.

O jogo apresenta missões diárias, desafios semanais, oferecendo recompensas aos jogadores para continuarem a melhorar o seu negócio. Para os jogadores que desejem criar montanhas-russas épicas, o jogo oferece ferramentas simples, podendo a qualquer altura alterar as suas funcionalidades através do editor com um simples deslizar do dedo.

RollerCoaster Tycoon Touch pode ser acedido gratuitamente em versões iOS e Android.


Aprender a “teclar” não tem de ser aborrecido e há um site que ajuda os mais novos com jogos divertidos

O TypingClub disponibiliza aulas online simples para ajudar os mais novos a aprender a escrever ao teclado. Para manter os "aprendizes" motivados, as lições contam com vários jogos onde o objetivo final é cumprido ao escrever corretamente certas letras ou palavras.

Os mais novos começam a aceder à tecnologia cada vez mais cedo e há estudos que demonstram que o primeiro contacto com o mundo tecnológico já começa antes de as crianças andarem. Mas, num mundo de ecrãs de toque, aprender a escrever ao teclado nem sempre é fácil e agora que as aulas se mudaram para a esfera digital devido à pandemia de COVID-19 a arte de bem “teclar” ganha toda uma nova importância.

No TypingClub os techies mais novos podem aprender a escrever ao teclado de uma forma divertida, gratuita e sem recorrer à instalação de programas complexos no computador. A plataforma está disponível em 9 línguas diferentes e o português é uma delas.

No website, os "aprendizes" começam por aprender a postura correta das mãos e há apenas uma regra: não olhar para o teclado enquanto escrevem. Pode parecer complicado, mas existem dois pontos centrais, as letras f e j, que lhes guiarão o caminho.

Depois de passar a primeira fase, serão desbloqueados os níveis seguintes. À medida que se progride, a dificuldade aumenta gradualmente. Para manter os estudantes motivados, as aulas de digitação contam com vários jogos onde o objetivo final é cumprido ao escrever corretamente certas letras ou palavras. Os alunos mais avançados poderão também pôr as suas competências à prova em várias pequenas histórias.

Ao registarem-se no TypingClub, os utilizadores têm acesso a um dashboard com o progresso que fizeram desde que começaram e até há direito a medalhas virtuais para celebrar todas as conquistas.


Butter Royale: Esta app é uma espécie de Fortnite, mas com muita comida e diversão à mistura

O jogo do Mighty Bear Games passa-se num futuro onde todas as armas foram banidas a nível mundial. Os jogadores participam em autênticas batalhas de comida, utilizando Nutritionally Operated Machines (NOMs) para combater.

Se está à procura de um jogo mobile para ajudar a passar o tempo extra em casa, o Butter Royal poderá ser um útil aliado. O battle royale para iOS apresenta-se como uma espécie de Fortnite, no entanto com algumas diferenças, como o facto de os jogadores não combaterem com armas realísticas.

O Mighty Bear Games, o estúdio de programadores por trás do Butter Royal, optou por criar um jogo com uma premissa um pouco menos violenta. O jogo passa-se num futuro onde todas as armas foram banidas a nível mundial, assim, os jogadores participam em autênticas batalhas de comida, utilizando Nutritionally Operated Machines (NOMs) para combater.

Entre as NOMs disponíveis, os jogadores poderão encontrar equipamentos com nomes curiosos como Mayonator 3000, Breazooka ou ainda Relisher. Para chegar vitoriosos ao fim do combate, os jogadores têm de conseguir escapar aos adversários nas várias batalhas de 5 minutos.

Embora tenha um modo offline onde o utilizador põe as suas competências à prova contra uma inteligência artificial, o Butter Royale tem uma versão online onde 32 jogadores tentam lutam pela sobrevivência enquanto recolhem recursos e se escondem das tempestades de manteiga. Ao todo, os utilizadores podem escolher uma de 52 personagens. A criação do Mighty Bear Games está disponível na App Store, e uma vez que faz parte do serviço Apple Arcade, não existem microtransações.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.