A Netflix não quer depender de outros estúdios de videojogos. A empresa está a criar o seu próprio estúdio, em Helsínquia, e embora seja cedo para adiantar detalhes, sabe-se já que Marko Lastikka (ex-Zynga e EA) vai ocupar o papel de diretor.

A gigante tecnológica explica que a opção pela capital finlandesa deve-se ao facto de a cidade ser a casa de alguns dos melhores talentos do sector. É com eles que a empresa espera conseguir criar títulos originais, de primeira linha, sem "anúncios ou microtransações".

Horizon Zero Dawn: franquia vai chegar à Netflix com série em live action
Horizon Zero Dawn: franquia vai chegar à Netflix com série em live action
Ver artigo

O investimento da Netflix nos videojogos não é de agora. É importante recordar que a empresa apostou na criação de alguns jogos móveis baseados nas suas séries originais, tendo depois criado um espaço dentro da sua app móvel para divulgar esses mesmos jogos. Depois, chegou mesmo a adquirir alguns estúdios, como a Next Games e Night School Studio.

Este é um novo passo no projeto "Netflix Games", mas o investimento ainda demorará a dar frutos, segundo a própria. Apesar de ainda não ter confirmado nada sobre o que podemos esperar, parece seguro afirmar que a empresa quer depender cada vez menos de outras empresas e de outras ideias, para passar a deter todo o controlo sobre o universo gaming das suas criações. Em consequência, isto pode significar que passaremos a ver jogos baseados nos filmes e nas séries da marca ou, quem sabe, o contrário.

Comercialmente falando, esta é uma decisão que pode ajudar a empresa a recuperar assinantes, especialmente depois das "debandadas" que se registaram nos últimos trimestres. Face à concorrência, a inclusão de um catálogo de videojogos no conjunto de conteúdos a que um user pode aceder com a sua subscrição, pode ser um forte argumento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.