Este ano, o mercado de inteligência artificial deve gerar receitas de 432,8 mil milhões de dólares, num crescimento de 19,6% que inclui despesas com hardware, software e serviços. As contas são da IDC, que no próximo ano antecipa que a IA ultrapasse já a barreira dos 500 mil milhões de dólares em receitas.

Nestas três áreas, a quota de investimento em software vai progressivamente ser ajustada para acomodar o crescimento do hardware e dos serviços, que em 2022 avançará mais depressa, numa tendência que deve estender-se para 2023.

Entre hardware e serviços caberá no entanto aos serviços o maior crescimento nos próximos cinco anos, a um ritmo de 22% ao ano. O hardware ficará ligeiramente abaixo, com um crescimento anual estimado de 20,5%, mas para valores absolutos bem inferiores - deve ter este ano uma quota de 5% na despesa com IA. Como nota a IDC, dando um sinal claro às empresas de como o investimento nesta área é contraproducente, “especialmente por causa do rápido crescimento da procura computacional, que reflete o aumento de tamanho e complexidade dos modelos de IA".

No software de IA, os dados apurados pela IDC mostram que as aplicações representaram quase metade do investimento realizado na primeira metade de 2021, com destaque para as plataformas de gestão de risco, que a médio prazo continuarão a ser as mais populares entre as aplicações com inteligência artificial, logo seguidas pelas soluções de CRM.

O software para infraestruturas, por seu lado, representou 35% da despesa com IA no ano passado e é onde se espera a menor taxa de crescimento anual de investimento para os próximos cinco anos, que mesmo assim será de 14,1%.

Clique nas imagens para mais detalhes 

Os serviços de IA, que cresceram 20,4% na primeira metade do ano, traduzindo uma despesa de 18,4 mil milhões, vão continuar a ganhar terreno a um ritmo de 22% ao ano, para em 2025 valerem já 52,6 mil milhões de euros.

“As soluções de IA estão atualmente centradas nos problemas dos processos de negócio e vão desde a extensão de capacidades humanas para melhorar processos, ao planeamento e previsão, capacitando a tomada de decisões e melhorias de resultados”, destaca a IDC.

O seu crescimento e utilização cada vez mais expressiva está a ser potenciado por avanços nas tecnologias de “linguagem, voz e visão e soluções multimodais de IA estão a revolucionar a eficiência humana," como sublinha Ritu Jyoti, vice-presidente do grupo Worldwide Artificial Intelligence (AI) e Automation Research na IDC.

O Worldwide Semiannual Artificial Intelligence Tracker é feito pela IDC duas vezes por ano. Integra dados financeiros de mais de 750 empresas em 27 países.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.