Já falta menos de um mês para a edição especial da IFA, este ano limitada em termos de presenças físicas e com umas forte componente online. Depois de ter reestruturado o modelo da principal feira de eletrónica de consumo na Europa, a IFA comunica agora que a área dedicada à indústria, o IFA Global Markets, foi adiada para 2021.

As restrições de viagens são o principal impedimento apontado, sobretudo de empresas da região asiática, já que os fornecedores pan-asiáticos da indústria de produtos eletrônicos e de consumo, muitos deles com propostas de OEM, representam a maior parte dos expositores da IFA Global Markets.

“Através das conversas com os nossos parceiros, percebemos que a procura para participar de uma feira comercial real este ano continua forte”, explicou Jens Heithecker, Diretor Executivo da IFA. “No entanto, as persistentes restrições às viagens impedem que empresas asiáticas participem no evento ao vivo em Berlim. Nessas circunstâncias, muitos tiveram que adiar sua participação no IFA Global Markets para o próximo ano", afirma.

Esta área já tinha sido fisicamente separada da IFA em 2016, realizando-se noutra zona da cidade, como o SAPO TEK verificou em visita ainda nesse ano.

 Jens Heithecker admite que a decisão não foi fácil, até porque cerca de 600 empresas estavam interessadas em apresentar-se em Berlim este ano, adianta. Muitas delas vão fazer parte da exposição virtual que está prevista, o IFA Virtual Market Place.

Edição especial da IFA deste ano vai contar com 80 expositores. Em 2019 foram quase dois mil
Edição especial da IFA deste ano vai contar com 80 expositores. Em 2019 foram quase dois mil
Ver artigo

A organização da feira de Berlim diz que os preparativos para a IFA 2020 Special Edition estão a todo o vapor, com a IFA 2020 Special Edition a realizar-se de 3 a 5 de setembro.

Os eventos presenciais vão ter limitação do número de participantes e mesmo as acreditações de media foram muito limitadas. O SAPO TEK vai estar presente no IFA Global Press Conferences, limitado a duas centenas de jornalistas internacionais, onde empresas como a BSH, Huawei, Honor, JVC Kenwood, LG, Miele, Qualcomm e Schneider electric já confirmaram presença.

Para quem não pode ir a Berlim está prevista a possibilidade de assistir aos eventos online, mas o IFA Xtended Space também exige registo.

Este ano várias exposições na área das TIC já foram canceladas devido à pandemia da COVID-19. A primeira grande "baixa" foi o Mobile World Congress, mas as decisões já se estenderam até à CES 2021, prevista para janeiro, que vai realiza-se exclusivamente online.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.