A mobilidade extrema está no centro de dois novos conceitos que a Microsoft acaba de apresentar com o Surface Neo e o Surface Duo, mas que só chegam ao mercado no fim do ano de 2020. É uma combinação de hardware, Windows 10X para ecrãs duplos e cloud, e têm potencial para mudar a forma como usamos os computadores e os smartphones.

"Vamos ser mais produtivos em dois ecrãs, muito mais do que podemos ser com um, mas tem de ser flexível, tem de caber no bolso [...] é difícil de explicar porque tem de o sentir", afirmou Panos Panay, responsável pela divisão de hardware da Microsoft.

Microsoft estende o portfólio da gama Surface com novos modelos. E um Surface X
Microsoft estende o portfólio da gama Surface com novos modelos. E um Surface X
Ver artigo

A Microsoft está a lançar novos computadores da linha Surface, naquela que admite ser "a maior e mais abrangente linha de produtos Surface até agora", como afirmou o responsável da Microsoft, que ainda tinha mais trunfos a tirar da manga: um novo portátil que a empresa acredita ser o futuro, "com inovação que só a Microsoft pode trazer", o Surface Neo, e uma "espécie" de telemóvel Surface, o Surface Duo.

O primeiro está entre um portátil e um computador, com dois ecrãs que se dobram em formato de concha, mais muito fino. O Neo permite usar o teclado, um touch pad, e uma experiência que vai mudando de forma fluída, tirando partido do Windows 10X para que tudo esteja sempre pronto para quando é preciso.

Com 9 polegadas de dimensão, cada parte do Neo tem apenas 5,6 mm de espessura, para um peso total de 655 gramas. Os ecrãs são Gorilla glass, naquilo que Panos Panay descreve como o LCD mais fino já alguma vez criado.

A dobradiça de 360 graus liga os dois ecrãs de 9 polegadas e permite que o equipamento seja usado de forma flexível, em diferentes posições e modelos. Aberto transforma-se num tablet de 13 polegadas.

Tem ainda um teclado que pode ser ajustado ao Surface Neo, e é compativel com acessórios Bluetooth, como ratos e a Surface Pen.

Surface Duo: Telemóvel dobrável ou comunicador?

O Surface Duo é o conceito diferente, um aparelho de comunicação - ou um smartphone (?) - mas que continua a ser um Surface.

Com dois ecrãs de 5,6 polegadas, este "comunicador" de bolso traz novas experiências que podem ser exploradas, e que garantem uma nova oportunidade de exploração para a indústria. Quando aberto o primeiro Surface de meter no bolso tem um ecrã de 8 polegadas, usando o mesmo tipo de dobradiça do Surface Neo.

O Surface Duo vai usar aplicações Windows ou Android, como explicou Panos Panay, mas ainda sem grande detalhes.

Há mais de 10 anos a Microsoft já tinha mostrado um conceito de ecrã duplo semelhante, mas a empresa garante que agora é o momento para o tornar realidade, com a tecnologia mais madura em termos de hardware e ecrãs, mas também com o Windows 10 X para ecrãs duplos. E por isso Panos Panay desafia agora os developers a criarem aplicações que tirem mais partido do potencial do Duo e do Neo.

Numa altura em que várias fabricantes de smartphones estão a lançar smartphones de ecrã dobrável, uma ideia que também a Lenovo está a explorar nos laptops, a Microsoft segue um caminho diferente, com a junção de dois ecrãs, mas dobradiças muito finas e flexíveis que podem fazer a diferença.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada durante a conferência com mais informação e fotografias. Última atualização 17h08.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.