A Logitech atualizou o rato MX Master 3 e o teclado MX Keys para se adaptarem aos estilos de vida mais exigentes, seja no mundo do design ou da programação, com foco em quem está habituado ao ecossistema de software e hardware da Apple. Os periféricos da linha Master Series foram concebidos a pensar nos profissionais que querem atingir um maior nível de desempenho enquanto trabalham sem sacrificar o conforto.

Através do mecanismo eletromagnético MagSpeed, a roda principal do rato MX Master 3 promete um scroll 90% mais rápido e 87% mais preciso ao mesmo tempo que se mantém silencioso. Com uma precisão de 4.000 DPI, o periférico permite trabalhar numa variedade de superfícies, até mesmo sob vidro com uma espessura de 44 milímetros.

O equipamento foi desenhado com ênfase na ergonomia do utilizador, adaptando-se à palma da sua mão. Para uma maior produtividade, o rato pode ser optimizado para diferentes aplicações e programas. Por exemplo, no Excel, a roda é capaz de avançar 1.000 linhas por segundo e fazer com que o cursor “aterre” numa localização exata. A mesma rapidez pode ser alcançada também em ambientes de criação de código.

Ao pressionar no Gesture Button onde o polegar fica posicionado, é possível visualizar todas as aplicações que estão abertas. O mesmo botão pode ainda ser usado para navegar por diferentes frames de uma aplicação de edição de vídeo ou de imagem, permitindo, neste último caso, navegar pelas diferentes ferramentas de design.

Com o software Logitech Options, o MX Master 3 pode ser optimizado para trabalhar com vários programas, incluindo o Microsoft Word, Excel e Power Point, browsers como o Google Chrome Safari e Edge e ainda ao Photoshop e Premiere Pro da Adobe e ao Final Cut Pro da Apple.

A experiência de trabalhar ao computador não estaria completa sem um teclado. O MX Keys inclui combinações de teclas específicas para quem está habituado a trabalhar com o ecossistema de software e hardware da Apple. Além dos computadores da empresa da maçã, o teclado é compatível, por exemplo, com o iPad para uma escrita mais rápida e eficiente.

Para que todos os elementos do setup não destoem entre si, o equipamento chega também com um novo esquema cromático inspirado nos produtos da gigante de Cupertino: o Space Grey.

À semelhança do MX Master 3, o MX Keys foi desenhado com o conforto em mente e para que consiga ser usado durante sessões de trabalho intensas sem que as mãos escorreguem demasiado e que estejam numa posição desconfortável.

Uma diferença entre os outros teclados da marca e o MX Keys está na retroiluminação inteligente. O equipamento adapta-se a diferentes ambientes, consoante os níveis de iluminação. É também possível, por exemplo, “acordar” o teclado assim que se colocam as mãos sobre ele e o mesmo volta a “adormecer” quando se deixa a secretária.

Ambos os periféricos contam com USB-C to USB-C quick charging, significando que podem ser carregados e utilizados ao mesmo tempo sem interferências e potenciando uma maior economia de espaço e tempo.

No que toca a longevidade das baterias dos equipamentos, o rato MX Master 3 consegue ser usado até 70 dias após uma única carga e, depois de um carregamento rápido de um minuto, ganha três horas de uso. Já o teclado MX Keys pode aguentar até 10 dias com um só carregamento ou até cinco meses caso seja usado sem retroiluminação.

Os dispositivos podem ser usados para controlar múltiplos computadores simultaneamente através de uma ligação WiFi, mesmo entre Windows e MacOS. Assim, documentos e ficheiros podem ser transferidos mais facilmente, necessitando apenas de copiá-los num lado e colá-los no outro.

Os periféricos da Logitech estarão disponíveis a partir de agosto deste ano, com preços de 109 euros, tanto para o rato MX Master 3, como para o teclado MX Keys.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.