Se tem um novo Samsung Galaxy S10 ou se está a pensar “ir para as filas” para assegurar um novo iPhone 11 no final da semana, então seja bem-vindo à sexta geração Wi-Fi… Arranca hoje oficialmente a nova geração de conexão Wi-Fi, mas apenas para dispositivos compatíveis, não só smartphones, como routers, computadores e qualquer outro dispositivo com ligações wireless.

Nesse sentido, a partir de hoje, as fabricantes tecnológicas podem utilizar o selo de certificação da Wi-Fi Alliance, que passa a designar com um número “redondo” a geração Wi-Fi. Isto reduz a confusão dos utilizadores, como antigamente o 802.11ac que agora é apelidado de Wi-Fi 5 e o 802.11n para Wi-Fi 4. Portanto, se pensar futuramente adquirir um aparelho que seja conectado sem fios, e deseja a mais recente geração, procure simplesmente o selo “Wi-Fi 6 Certified”. O Wi-Fi 6 foi desenvolvido pelo IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), responsável por desenvolver tecnologia avançada em benefício da humanidade e estabelecer os standards da indústria.

Mas quais são as principais vantagens das ligações Wi-Fi 6? O TEK já compilou um pequeno documento de Perguntas e Respostas com as principais dúvidas da tecnologia de ligações sem fios, mas resumidamente conte com ligações mais rápidas, claro, mas igualmente uma redução no consumo da bateria e capacidade de cobertura em maiores distâncias. Através do Wi-Fi 6 poderá gerir mais facilmente os diversos dispositivos conectados a uma única rede Wi-Fi ou hotspot.

Ainda que as velocidades sejam sempre relativas, no “rótulo” estão previstas ligações até 9,6 Gbps, quase o triplo da geração anterior. Na teoria, poderá fazer o download de um filme de Blu-Ray de 25 GB em pouco tempo ou consumir séries em streaming em ultra HD sem paragens. Na teoria… Mas pense sobretudo na estabilidade que a nova ligação vai permitir, com conexões mais estáveis e consistentes. Isso significa que numa rede doméstica, onde há cada vez mais aparelhos “pendurados” na rede poderão funcionar melhor, sem quebras. Estudos indicam que os dispositivos ligados por Wi-Fi subiram de cinco para o dobro, e a tendência será subir tendo em conta os eletrodomésticos e equipamentos IoT que começam a chegar aos lares.

Para além dos smartphones referidos, já existem diferentes fabricantes de routers com modelos compatíveis, como a Cisco, NetGear, Asus e TP-Link. Muito rapidamente futuros dispositivos vão chegar às lojas com suporte Wi-Fi 6.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.