Durante três dias, estudantes de mestrado, finalistas de licenciaturas, investigadores de entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN) e jovens empreendedores vão ter acesso a conhecimento, tecnologias e recursos gerados nas missões espaciais e nas atividades científicas de exploração do Espaço.

O objetivo da Coimbra Space Summer School ao aproximar a comunidade estudantil e outras pessoas interessadas à temática do Espaço é estimular a criação de soluções inovadoras para negócios terrestres, em áreas como cidades inteligentes, transportes, saúde, agricultura e ambiente, ou para o mercado espacial comercial, o chamado New Space.

Entre talks temáticas, a observação noturna dos astros e momentos de networking, os participantes vão ter que apresentar propostas para responder aos três desafios lançados por empresas e/ou entidades da área do Espaço e que, na 4ª edição do evento, gira à volta do potencial dos dados gerados por satélites de observação da Terra – Earth observation. As equipas terão mentoria para melhorar as suas propostas e para preparar os pitch.

Português já esteve num pedaço de Marte em Terra, mas continua a sonhar em ir ao Espaço
Português já esteve num pedaço de Marte em Terra, mas continua a sonhar em ir ao Espaço
Ver artigo

A iniciativa decorre de 12 a 14 de setembro e no último dia vai contar com a presença de João Lousada, um dos participantes na missão de simulação a Marte AMADEE-18, que decorreu durante o mês de fevereiro na árida paisagem do deserto de Dhofar.

As inscrições para o evento organizado pelo Instituto Pedro Nunes em parceria com o Centro de Investigação da Terra e do Espaço da Universidade de Coimbra (UC), pelo Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas e pelo Observatório Geofísico e Astronómico da UC, terminam a 31 de agosto e podem ser feitas no site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.