Criar um canal de YouTube para um trabalho de curso e ao final de quase 10 anos estar perto de alcançar 1 milhão de seguidores na plataforma. O feito é de Catarina Lowndes, mais conhecida por SEA, num percurso que acredita ser marcado pela consistência. Mas, a verdade, é que nem tudo é perfeito, como acontece na vida de qualquer pessoa, com a maior youtuber portuguesa a ter feito uma pausa no canal recentemente. Ao SAPO TeK explica as razões desta escolha, numa entrevista onde ficamos a conhecer um pouco mais sobre SEA e sobre alguns dos seus planos para o futuro. Para o início de novembro está já garantido o lançamento do seu segundo livro.

“Eu simplesmente parei, estava completamente esgotada”. É desta forma que Catarina Lowndes fala sobre a “pausa” na produção de conteúdos para o YouTube, que começou no final do ano passado e só terminou recentemente, em junho. Ainda assim, continuou a fazer trabalhos na área da realização. Mas o que levou a maior youtuber portuguesa a arriscar tanto?

“Foi a melhor coisa que fiz e aconselho a qualquer criador de conteúdos parar de vez em quando”

Admitindo que “parar no mundo digital significa morte”, por se deixar de ser relevante, SEA define de forma clara a razão da sua escolha: no meu caso foi excesso de trabalho. Num mundo onde a informação está “à ponta dos nossos dedos em qualquer segundo e as pessoas desligam muito facilmente”, a youtuber portuguesa destaca a pressão no que diz respeito ao upload de vídeos. “Nós enquanto criadores de conteúdo temos de estar sempre a publicar conteúdos”, afirma. Para além disso, "as redes sociais podem ser muito tóxicas e isso pode ser difícil de gerir".

Apesar de durante alguns meses ter tido receio das consequências da sua decisão, SEA vê na escolha que fez uma decisão positiva. “A verdade é que ganhei muito mais com isto do que outra coisa qualquer”, chega mesmo a dizer, garantindo que, apesar de agora trabalhar mais, gere de uma melhor forma a vida pessoal e profissional.

“Ser uma criadora de conteúdos e uma influencer dá tanto trabalho. É um trabalho diário, não há folgas. Se não fizermos uma boa gestão não há espaço para nós"

Qual o “segredo” da maior youtuber portuguesa?

Tudo começou quando Catarina Lowndes estudava realização nos Estados Unidos. A portuguesa de 29 anos criou na altura um canal de YouTube para um trabalho do curso de realização e, assim que terminou, parou também de publicar vídeos. Mas acabou por voltar a fazê-lo passado algum tempo.

Num canal onde a criatividade não tem limite, cada vídeo publicado envolve muito trabalho por parte da youtuber. “Por trás de todos os vídeos há muito estudo e muita pesquisa”, garante SEA, considerando que publicar aquilo que as pessoas querem ver é parte da razão do seu sucesso.

"Os meus seguidores já me deram tanto. Acho que o mínimo que posso fazer é não só trazer conteúdo que acho que vão querer ver como também conteúdo de qualidade"

Para além de tirar proveito da informação do YouTube, que “permite fazer um desenho mais preciso sobre quem está realmente a assistir aos vídeos”, a youtuber portuguesa admite que vai mais longe. “Se alguém me diz para fazer um vídeo eu anoto e leio tudo o que aparece no meu canal”, conta ao SAPO TeK, considerando que ”só assim, conhecendo o consumidor, é que se consegue ter um negócio fiável”.

De conteúdos de gaming à sua jornada de exercício físico e ao lançamento do segundo livro

O segundo livro que vai ser lançado a 4 de novembro é a prioridade da youtuber portuguesa neste momento. Depois do sucesso do primeiro, “Como Ser um Unicórnio", no qual falou sobre um assunto próximo de si, o bullying, SEA decidiu lançar outro livro com as mesmas personagens, “mas mais teenager”. A youtuber desvendou ao SAPO TeK mais sobre a história, repleta de reviravoltas. Neste livro SEA é uma rapariga "grande, enquanto o príncipe é baixo", o que não corresponde aos típicos livros e filmes da sociedade.

"É importante termos princesas que não são perfeitas, que são altas, grandes, trapalhonas. Não precisamos de cantar como passarinhos"

Quanto a projetos futuros, apesar de já ter publicado algum conteúdo na área do gaming no seu canal, Catarina Lowndes vai fazê-lo de outra forma, pretendo sentir-se mais próxima dos seus seguidores. A aposta é o streaming, algo que considera ser mais relevante em plena crise de saúde pública, numa altura em que não pode estar com os seus fãs.

Quando questionada sobre a presença de mulheres nesta área, a youtuber que lançou um álbum em 2019 fala na dificuldade em encontrar youtubers ou influencers que não estejam associadas à beleza. "Faz-me muita confusão não termos muita representação noutras áreas para além dessa”", explica.

"Dá-me muita aflição a quantidade de mulheres que só se preocupam em perder peso como se quisessem desaparecer. Eu sempre quis ser uma mulher forte e idealizei um corpo capaz de levantar um carro"

No canal de YouTube de SEA os seguidores vão ter a oportunidade de, em breve, acompanhar a sua jornada no mundo do fitness. Garantindo que não tem qualquer interesse em ser perfeita, mas sim mais forte, a youtuber quer mostrar que é "tranquilo falhar". "Estou nesta nova aventura de ter uma vida mais saudável e feliz, acima de tudo", explica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.