É verdade que temos sempre um verão tardio em Portugal, mas a chegada das temperaturas mais baixas é inevitável. Este ano, para dar descanso à lareira ou a outros sistemas de aquecimento que tenha em casa, porque não recorrer à tecnologia para conseguir a temperatura que deseja? Damos-lhe uma ajuda com várias soluções hi-tech para aquecer a sua casa.

Usar equipamentos tecnológicos para deixar as principais divisões do seu lar à temperatura que deseja é algo que pode parecer simples à primeira vista, mas, numa casa em que o conceito smart home está já bem presente, é preciso escolher as soluções certas.

Afinal, se tem estores automáticos, lâmpadas inteligentes, um frigorífico com porta “transparentes”, fechaduras e campainhas digitais e sistemas de videovigilância, não terá o seu sistema de aquecimento de estar integrado neste ecossistema? E o emparelhamento com o smartphone é igualmente indispensável.

Se assim é, talvez o primeiro passo seja adquirir um sistema avançado de termostato, um pouco mais “tecnológico” que o que tem na sua instalação de aquecimento, desde caldeiras até sistemas de ar condicionado e aquecimento central.

É muito importante que verifique, contudo, se o modelo que escolheu é 100% compatível com o seu sistema de aquecimento.

Veja nas imagens abaixo as nossas sugestões

Na galeria tem um bom exemplo da Nest, uma marca de gadgets smart home que já várias vezes mencionámos aqui no SAPO TeK e que disponibiliza um assistente no site oficial para verificação de compatibilidade.

Uma vez confirmada a integração, o termostato pode desempenhar tarefas como ajustar automaticamente a temperatura ambiente, permitir controlo via app móvel, definir horários e manter comunicação com assistentes virtuais como o Google Home.

Mas este tipo de gadgets controla, no fundo, os sistemas de aquecimento propriamente ditos. E um dos mais convencionais é o ar condicionado, que também já apresenta características tecnológicas interessantes, sendo um modelo residencial fixo ou ate portátil.

A importância do espaço a climatizar

As características de cada divisão da casa que deseja aquecer são determinantes para a escolha de um sistema de aquecimento e até dos gadgets que vai usar para esse efeito, de uma forma mais simples.

As dimensões do espaço são o mais importante, até porque é preciso fazer contas ao futuro consumo de energia por parte do equipamento a utilizar e à potência do mesmo, já que deverá ser capaz de cobrir toda a área em causa. As características do equipamento são também decisivas, bem como o posicionamento na divisão.

Dê especial atenção à classificação energética de qualquer aparelho de aquecimento, não só para verificar se compensa face a outros sistemas alternativos, mas também para evitar surpresas na conta da eletricidade ao final do mês. Escalões de eficiência energética entre A+ e A+++ são os que significam maior poupança anual de energia, independentemente se se trata de um sistema de ar condicionado ou de um aquecedor para os pés.

Para complementar – e num tom mais divertido –, juntámos no conjunto de sugestões alguns gadgets pensados para gerar aquecimento de forma mais “focada” e durante o desempenho de várias tarefas, como estar ao computador ou encontrar a cama já quente. Vale tudo para estarmos sempre quentes e para mantermos a casa acolhedora, certo?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.