A SpaceX não conseguiu aterrar um Falcon 9 em segurança. Esta foi a primeira tentativa mal sucedida desde que a empresa começou a reutilizar os seus foguetões.

O acidente deu-se esta quarta-feira no Cabo Canaveral, no estado da Florida, apenas sete minutos depois da descolagem. O foguetão estava ajustado para aterrar numa plataforma sólida, em terra, mas uma falha técnica fez com que se despenhasse no oceano.

De acordo com Elon Musk, a falha que provocou a queda do Falcon 9 deu-se nas pás que permitem ao foguetão ajustar a sua posição para a aterragem. O CEO da SpaceX afirma que ainda há uma hipótese de recuperar a aeronave, uma vez que os danos não foram substanciais.

Até à data, a empresa tinha tentado aterrar 12 foguetões (isto desde a primeira aterragem bem sucedida), sendo que todos eles aterraram com sucesso, ora nas plataformas flutuantes que são dispostas em alto mar, ora nos blocos de aterragem em terra firme. O recorde foi quebrado por esta ocorrência.

Note que as aterragens são uma funcionalidade secundária nos serviços da SpaceX, que tem no lançamento espacial de satélites a sua prioridade. Parte nenhuma desse processo é influenciado pelas falhas na aterragem que apenas impossibilitam a reutilização do veículo.
Neste sentido, e apesar de ter acabado mal, a missão foi bem sucedida, uma vez que a empresa conseguiu lançar carregamentos com alimentos, que têm na Estação Espacial Internacional o seu destino. A "encomenda" deverá chegar à estação no sábado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.