A missão retoma a lógica de escalas de substituição prevista depois do  incidente com a explosão do Soyuz em outubro. Na altura a falha no foguetão obrigou os astronautas e cosmonautas a aterrar de emergência, e chegou a temer-se que a falta de soluções para colocar uma nova equipa na Estação Espacial Internacional pudesse fazer com que a instalação ficasse vazia pela primeira vez desde que foi colocada no espaço.

Reveja o momento da explosão da Soyuz num vídeo divulgado pela agência russa Roscosmos.

Hoje Anne McClain da NASA, David Saint-Jacques da Agência Espacial Canadiana e Oleg Kononenko da Roscosmos partiram a bordo do Soyuz MS-11, às 10 da manhã (hora de Lisboa), e depois de uma viagem de seis horas, perfazendo quatro órbitas à Terra, conseguiram com sucesso fazer a acoplagem na Estação Espacial. Os astronautas tiveram de esperar cerca de duas horas até à abertura das comportas, reunindo-se à equipa que vão render na ISS.

A aproximação da Soyuz foi acompanhada atentamente pelas equipas em terra e também pelos astronautas na ISS, e há clips de vídeo do processo de acoplagem.

Se não fosse enviada uma nova equipa, os astronautas que ocupam a Estação teriam de regressar, se não em dezembro como estava previsto, pelo menos em janeiro. Seria a primeira vez em vinte anos que não ficava a bordo nenhum astronauta.

O lançamento de hoje vem recompor a agenda, e a equipa atual a bordo da ISS, composta por Alexander Gerst da ESA, Serena Auñón-Chancellor da NASA e Sergey Prokopyev da Roscomos, regressa no dia 20 de dezembro, depois de seis meses de missão.

A equipa atual marca o “batismo” de voo de dois membros, Anne McClain e David Saint-Jacques, “apadrinhados” pelo experiente Oleg Kononenko da Roscosmos que já é a quarta viagem até à ISS. A nova equipa irá permanecer no espaço durante os próximos seis meses e meio, conduzindo centenas de experimentos em biologia, biotecnologia, ciência física e ciência da Terra a bordo da ISS.

A próxima missão, prevista para março de 2019 vai integrar os astronautas Nick Hague e Christina Koch, e o cosmonauta Alexey Ovchinin da Roscosmos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.