Um dos pilares de sucesso da série Pokémon era a possibilidade dos jogadores se defrontarem e testarem as suas equipas de monstrinhos. Aspeto que a Niantic foi criticada por negligenciar em Pokémon GO. Foram necessários mais de dois anos para que o jogo de realidade aumentada para os smartphones recebesse essa esperada atualização.

Na próxima atualização, prevista para breve, a principal novidade é o suporte multijogador competitivo. Os jogadores formam uma equipa de três Pokémon e podem desafiar amigos e outros que encontrem durante a exploração. As batalhas PvP requerem um sistema de Battle Codes e os jogadores necessitam estar na mesma Trainer Battle League, para manter os embates equilibrados. Este determina o limite de CP para os Pokémon participantes.

Para incentivar os jogadores a participarem nas batalhas contra outros treinadores, a Niantic promete recompensas muito interessantes para ambos, tais como itens de evolução raros. A produtora refere que a força dos Pokémon não será tudo para garantir a vitória, mas também o tipo de criatura utilizada na equipa, vencendo aquele que adotar as melhores estratégias.

Segundo o comunicado da Niantic, os combates são rápidos e em tempo real, garantindo que os Pokémon desfiram golpes rápidos ou mais poderosos, requerendo timing, já que a equipa a defender pode invocar um escudo e proteger as criaturas por exemplo.

A editora explica também que adversários desconhecidos apenas podem ser desafiados para combates quando estão na mesma zona. Já os amigos “Ultra Friends” e “Best Friends” podem ser ativados de qualquer distância.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.