Eram 89 equipas de 49 universidades de todo o sudoeste europeu. A "FCUP 1", da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), formada pelos alunos Gonçalo Paredes, Ricardo Pereira e Alberto Pacheco, e treinada por Pedro Ribeiro, do Departamento de Ciência de Computadores, foi a melhor equipa portuguesa.

Trouxe para casa uma medalha de bronze pelo seu 12º lugar na geral, uma classificação que garantiu a presença nas finais mundiais do ACM-ICPC 2019, que se realizarão pela primeira vez em Portugal.

o evento decorrerá de 31 de março a 5 de abril na Alfândega do Porto, transformando nessa altura a cidade invicta na "capital mundial" da programação informática, onde cerca de 1.500 estudantes de todo o mundo tentarão obter o título de campeões mundiais de programação. Será a primeira vez que uma equipa portuguesa marcará presença na final desta reputada competição.

Com mais de 40 anos de existência e reunindo cerca de 50 mil estudantes de mais de 3.000 universidades de todo o mundo, o ACM ICPC é reconhecido como a maior, mais antiga e mais prestigiada competição de programação informática do mundo.

A prova para o Southwestern Europe Regional Contest (SWERC) 2018 - onde a equipa da Universidade do Porto ficou apurada - realizou-se em Paris no fim-de-semana de 1 e 2 de dezembro. Esta competição de programação conta com a participação das melhores universidades de Portugal, Espanha, Itália, França, Suíça e Israel, servindo como fase regional do sudoeste europeu do ACM International Collegiate Programming Contest (ICPC).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.